100 dias para o Enem: Veja dicas para garantir uma boa pontuação

0

SÃO PAULO – A pouco mais de três meses para o Exame Nacional do Ensino Médio(Enem), o Estado conversou com coordenadores de cursinho e reuniu dicas para ajudar os candidatos a garantir uma boa pontuação na prova e garantir uma vaga em uma universidade ou uma bolsa no Programa Universidade para Todos (ProUni) ou Financiamento Estudantil (Fies). 

Com pouco tempo para as provas, que serão aplicadas nos dias 4 e 11 de novembro, a principal dica é priorizar a resolução de provas anteriores do Enem. Dessa forma, os candidatos revisam os conteúdos que mais foram cobrados nos últimos anos e se familiarizam com o estilo da avaliação.

O Enem é formado por 180 questões de múltipla escolha, divididas entre as áreas de Linguagens, Ciências Humanas, Ciências da Natureza e Matemática, e uma redação. 

Eduardo Valadares, coordenador do cursinho online Descomplica, diz que normalmente a preparação do aluno para a prova é de nove meses, mas ainda é possível montar uma estratégia eficaz de estudos para garantir um bom desempenho. “Conheço muitos alunos que estão estudando desde o começo do ano, mas de maneira equivocada. Ainda dá tempo, mas é preciso desenvolver um método eficaz”, diz.

Os coordenadores de cursinho são unânimes em recomendar que o aluno refaça e analise as provas anteriores do Enem. “O candidato deve realmente treinar a prova, analisar a forma como os conteúdos são cobrados, treinar o tempo de resolução. Não adianta só saber que cai muita triogonometria ou genética, mas o tipo de pergunta, o tipo de conhecimento exigido”, diz.

Refazendo as provas, o aluno também consegue identificar as disciplinas e conteúdos em que têm mais dificuldade. No entato, o candidato deve se dedicar a todas as áreas, sem deixar de lado as que tem maior dificuldade ou as que tem mais facilidade. “É muito comum entre o aluno que se prepara para a prova esquecer seus pontos fortes e só se dedicar a estudar o que enfrenta mais dificuldade. Essa não é uma boa estratégia, ele deve reforçar ainda mais aquilo em que vai bem”, diz Valadares.

Uma recomendação do coordenador do cursinho Poliedro Rodrigo Fulgêncio Mauro é distribuir o estudo das disciplinas de maneira intercalada. “Por exemplo, coloque em uma tarde Biologia, História e Matemática, em vez de só matemática em todo o período”, diz.

Eles também ressaltam que é importante priorizar no plano de estudos as áreas que mais pesam na nota final dependendo do curso em que o aluno deseja uma vaga. “O candidato precisa saber o peso das disciplinas na composição da nota. Por exemplo, em Medicina na UFRJ [Universidade Federal do Rio de Janeiro] as provas de Ciências da Natureza e de Linguagens têm o mesmo peso. Então, não adianta o aluno só estudar e ir bem em Biologia, mas ter desempenho fraco em Português”, explica.

Redação

Com peso importante na nota final, o candidato também deve dedicar tempo de preparação para a redação. Os coordenadores indicam que uma boa meta nessa fase é escrever duas por semana.

Se o candidato nunca fez o Enem ou não está familiarizado com a proposta de redação da prova, é importante que ele refaça as de anos anteriores. Se o aluno conhece bem o estilo da redação, ele pode praticar com temas inéditos.

“O Enem tem um histórico de temas de redação que abordam assuntos políticos, sociais, comportamentais. Um bom treino seria pensar em assuntos como: fake news, saúde pública no Brasil, novos formatos de família, meio ambiente e sustentabilidade”, recomenda Valadares.

O Poliedro realizou um levantamento com os conteúdos que foram mais cobrados nas últimas edições do Enem. Confira:

História

13% – Segundo Reinado

11% – Era Vargas

10% – República Velha

8% – Baixa Idade Média

7% – Regime Militar

Geografia

18% – Do meio natural ao meio técnico

14% – Urbanização

9% – Clima

7% – Meio Ambiente

6% – Agricultura e Pecuária

Filosofia

37% – Filosofia Clássica

20% – Filosofia Moderna

13% – Filosofia Contemporânea

7% – Escola de Frankfurt

7% – Immanuel Kant

Sociologia

32% – Cultura e Educação

18% – Sociologia Contemporânea

16% – Cidadania

13% – Indústria Cultural

8% – Max Weber

Física

13% – Resistores

8% – Acústica

8% – Ondulatória

7% – Calorimetria

7% – Energia, trabalho e potência

Química

11% – Estados físicos, sistemas e misturas

11% – Forças intermoleculares

9% – Eletroquímica

9% – Lei ponderais e estequiometria

6% – Polímeros

Biologia

12% – Crescimento Populacional

8% – Genoma Humano

8% – Organização Celular

7% – Ecossistema

7% – Relações ecológicas

Matemática

11% – Porcentagem e Matemática Financeira

10% – Grandezas proporcionais e médias algébricas

8% – Problemas de 1º e 2º grau

7% – Prismas

6% – Noções básicas de estatística

Português

14% – Modernismo no Brasil: 2ª geração

14% – Modernismo no Brasil: 3ª geração

11% – Origens do realismo e realismo machadiano

9% – Orações coordenadas

9% – Parnasianismo e Simbolismo

Interpretação de Texto

25% – Ambiguidade e semântica

16% – Funções da linguagem

14% – Variação linguística

13% – Tipos de texto

12% – Aspectos do Texto

Inglês e Espanhol

100% – Interpretação de texto

Fonte:G1

 

Você precisa de mais velocidade? Internet Fibra ótica Acesso.Net – 30 Mb 

lojas Guanabara – O crediário mais barato do Brasil 

Imprimir