Rio Piauitinga: Do Pitu ao Piau, uma decadência sem fim

0

O município de Estância, localizado a 68 Km da capital é uma cidade de fato abençoada por Deus. Possui lindas praias, belíssimos manguezais, um clima tropical com temperaturas agradáveis, resquícios de mata atlântica, vegetação litorânea e  cerrado; um misto de belas paisagens banhadas pelas águas dos rios Piauí e Piauitinga, este último, responsável pela água consumida pelos mais de 60 mil habitantes do município, flúmen que  carrega ao longo dos seus  418,20 Km² de área dezenas e dezenas de histórias de homens e mulheres, a exemplo do senhor Antônio Souza, que há mais de 40 anos  usa o Piauitinga para  o lazer e sustento da sua família.

Na última segunda, 09, a redação do “DS” registrou o solitário pescador, e a sua inseparável vara na luta diária pela pesca em um local que outrora já foi um oásis, um paraíso para os pescadores que com facilidade pegavam quantidades volumosas e variadas de peixes e crustáceos,  a exemplo do pitú, algo quase que impossível de se encontrar  nas escuras águas do Piauitinga.

Hoje,  com muita luta e persistência, o pescador ainda consegue pescar Piaba, Pirambeba e Piau, peixes que mesmo com tamanho e peso muito abaixo da média das décadas passadas ainda se torna chamariz de pescadores como o senhor Antônio, homem de fé, que passa horas e horas às margens do sofrido e poluído rio em uma luta diária pelo alimento, muito diferente de anos atrás, onde a abundância predominava naquele local.

Em Entrevista concedida a redação do nosso portal, o pescador lamentou a ação do homem que abertamente polui uma das maiores riquezas do município de Estância, rio que banha os municípios de Lagarto, Salgado, Boquim e Estância, jorrando muito mais que água para mais de 210 mil pessoas da região, matando a sede de muitos, irrigando plantações e fazendo girar a roda do progresso de indústrias e fazendas que se beneficiam das suas águas.

Para tentar conscientizar a população acerca da necessidade de ações que objetivem a recuperação do rio , ou pelo menos a amenização da poluição, no mês de maio o Site Diário Sergipano, em parceria com o Tiro de Guerra 06013, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e o Grupo de Escoteiros Antares realizou uma limpeza simbólica das margens do Rio Piauitinga, próximo a tradicional Ponte D. Pedro II, que liga o Bairro Bomfim ao centro da cidade.

AÇÕES FUTURAS:

Objetivando por em prática alguma ação que possibilite a preservação do Rio, o “Diário Sergipano” realizará em parceria com a secretaria de meio ambiente do município a construção de barreiras de contenção  para evitar que parte da sujeira despejada no local possa permanecer no flúmen. Graças ao apoio do Grupo Empresarial Constâncio Vieira, que doou os vasilhames necessários para o início da ação, o projeto ganhou vida e a sua conclusão depende agora unicamente da doação de cabos de aço para a conclusão das barreiras que serão colocadas ao longo do rio no perímetro urbano do município de Estância.

Modelo das barreiras que serão implantadas em Estância

PASSADO:

Lavadeiras no Rio Piauitinga | Estância/Se. Foto (1870) do acervo de
“Obras Raras” da Biblioteca Mário de Andrade / SP, Álbum
“Província de Sergipe” doada, junto com outras raridades, ao TCE/SE.
Foto/Legenda reproduzidas do Facebook/Pascoal Maynard.

Em um passado não distante o Piauitinga era conhecido não só  pela sua abundância de peixes, mas, pelas suas bacias que aglomeravam homens e mulheres que iam se banhar, além das lavandeiras do Piauitinga que levavam som, harmonia e charme para as margens do rio, local onde elas faziam parte dos afazeres domésticos. Hoje, tantos as lavandeiras quanto os banhos são esporádicos e  a pesca cada vez mais rara e difícil, ficando ou restando apenas as lembranças de quem viveu essa rica fase da  história do Rio Piauitinga que clama e pede socorro para continuar servindo a população da região sul, embelezando as paisagens por onde passa e cumprindo a sua missão.


Fotos: acervo de Carlos Augusto Gomes Barreto.
Reproduzidas do Facebook/Carlos Augusto Gomes Barreto.

Qual Piauitinga você quer para o futuro?

FAÇA SUA PARTE!

 

Por: Pisca Jr 

Você precisa de mais velocidade? Internet Fibra Ótica Acesso.Net 30 Mb

 

Imprimir