PCC ordena atentados simultâneos em RN e MG e põe outros Estados em alerta

0

Os ataques contra ônibus em Minas e no Rio Grande do Norte, além da execução de um policial militar em Parnamirim (RN), foram ordenados pelo Primeiro Comando da Capital (PCC). Os atentados simultâneos – os primeiros da história da facção – acabaram determinados na semana passada e deveriam envolver ainda outros dois Estados, cujas forças de segurança estão de prontidão.

Os ataques contra ônibus em Minas e no Rio Grande do Norte, além da execução de um policial militar em Parnamirim (RN), foram ordenados pelo Primeiro Comando da Capital (PCC). Os atentados simultâneos – os primeiros da história da facção – acabaram determinados na semana passada e deveriam envolver ainda outros dois Estados, cujas forças de segurança estão de prontidão.

Documentos obtidos pelos investigadores mostram a consolidação do PCC no tráfico internacional. A organização tem integrantes também na Colômbia, no Paraguai, na Bolívia, no Peru e na Guiana. Os negócios particulares dos líderes e da própria facção têm faturamento estimado pela inteligência policial paulista em, no mínimo, R$ 400 milhões por ano. /COLABOROU PAULO ROBERTO

Fonte:MSN 

Imprimir